Centro Cultural Fortaleza - Música Centro Cultural Fortaleza - Música

Espetáculos ao vivo de música instrumental e vocal em todos os gêneros musicais.

 

MÚSICA
NOVEMBRO/2017

 

 

CARDÁPIO MUSICAL

Pontualmente às 12h, no intervalo do trabalho, hora de relaxar e repor energias, o programa tem por objetivo uma ação performática capaz de proporcionar ao público presente, diferentes aspectos da apreciação musical com perspectiva na formação de plateia, lazer, informação e interação.

 

Calé Alencar – Show Retratos Daqui

Dia 01, quarta-feira, 12h

 

O show Retratos Daqui tem como base a produção musical do cantor e compositor cearense Calé Alencar. Reunindo canções compostas e gravadas ao longo de quatro décadas de atividade musical, o show apresenta um repertório que passeia pelos 12 discos individuais lançados. Além disso, há participações em várias coletâneas e canções gravadas por intérpretes cearenses e de outros estados brasileiros, com temáticas que fazem parte de sua trajetória, destacando seu canto forte e personalístico, o que lhe confere lugar de destaque entre os artistas de sua geração.

 

Ceará Brass

Dia 03, sexta-feira, 12h

 

O Ceará Brass Quinteto busca uma qualidade sonora que seja espontânea e impactante, levando ao conhecimento do público o que seria a música de câmara executada por instrumentos de metais. Nesta temporada, traz em seu repertório várias peças de estilísticas diferenciadas para construir um diálogo musical atemporal, apresentando peças de natureza erudita e popular, além de apresentar histórias e curiosidades de instrumentos, compositores e peças musicais, transformando a apresentação em uma aula-show.

 

Maracatu Nação Fortaleza

Dia 09, quinta-feira, 12h

 

Fundado em 25 de março de 2004, em comemoração ao Dia do Maracatu e aos 120 anos da abolição da escravatura no Ceará, o Maracatu Nação Fortaleza tem como objetivo inserir crianças e adolescentes no ambiente do folguedo e assim trazer a participação efetiva de novas gerações dando continuidade ao trabalho dos antigos mestres. O Maracatu Nação Fortaleza desenvolve um trabalho voltado para estabelecer critérios de qualidade e pesquisa na elaboração do vestuário e dos adereços de seus componentes, ensejando a investigação histórica e o caráter inovador de seus timbres e ritmos. Adotando como padrão as cores vermelho, branco, amarelo e azul, o brinquedo é constituído por grupos oriundos de diversos bairros da capital cearense, contribuindo para a divulgação do maracatu evidenciando uma musicalidade original e inovadora, ao mesmo tempo mostrando o batuque tradicional e acrescentando inovações rítmicas, assim, imprimindo uma marca original nas manifestações culturais de rua.

 

Som de dentro – Marina Cavalcante

Dia 10, sexta-feira, 12h

 

Crescida no meio do samba e da MPB, a cantora criou seu estilo em meio às rodas de música, a maioria voltada para o samba e choro, cantando influências adquiridas desde o início de sua trajetória, sob releitura peculiarmente nordestina. No show apresenta repertório composto por músicas autorais, interpretações inéditas e homenagens. A direção é de Raul Porfírio com participações de Makito Vieira e George Anderson.

 

Maracatu Solar Entre Loas

Dia 16, quinta-feira, 12h

 

O Maracatu Solar, um programa de formação cultural continuada vinculado à Associação Solar, apresenta o espetáculo Maracatu Solar entre Loas. O grupo fundado em 2006, interpreta algumas de suas loas (canções) compostas para o carnaval de rua de Fortaleza. Na regência do Batuque Descartes Gadelha, Fernanda Brasileiro e Olga Queiroz. Participações especiais de Pingo de Fortaleza, Basílio Di Melo e Eliahne Brasileiro.

 

Soraia Novais e Luizinho Duarte

Dia 17, sexta-feira, 12h

 

Luizinho Duarte convidou Soraia Novais para participar do CD Amarelinha, em que gravou com ele todas as faixas e participou com a Marimbanda do Festival do Maloca. Inspirada nos cantores e compositores Rosa Passos, Chico Pinheiro, Maria Rita, Chico Buarque, Djavan, entre outros, apresenta em seu repertório vários ritmos como samba, MPB e bossa nova para os mais diversos públicos, sendo bastante requisitada nas noites de Guaramiranga.

 

Tiquinha Rodrigues – “Giros em Solo”

Dia 22, quarta-feira, às 12h

 

Entre cocos, rabecas, poesias, cantos, juremas e batuques a violinista, rabequeira e compositora Tiquinha Rodrigues apresenta ao público seu primeiro solo. Com um repertório que reúne músicas instrumentais e a poesia, escolhidas no processo de lapidação de suas buscas musicais.

 

Pingo de Fortaleza – “Relicário de Canções Acústico e Loas de Maracatu”

Dia 23, quinta-feira, 12h

 

O espetáculo traz em seu repertório as canções mais conhecidas desse artista que compõem o CD Relicário de Canções lançado em 2015, tais como: Aproveite o Dia e Carta para Matilde (Pingo de Fortaleza e Henrique Beltrão), Noite Azul (Pingo de Fortaleza, Parahyba e Augusto Moita), Solencanto e Brincar de Brinquedo (Pingo de Fortaleza), entre outras. No espetáculo, Pingo de Fortaleza interpreta algumas de suas mais conhecidas loas de maracatu, tais como Maculelê e Paz de Oxalá, ambas em parceria com Guaracy Rodrigues. O show conta com a participação especial do percussionista Ricardo Pinheiro.

 

Cherry Boys

Dia 24, sexta-feira, às 12h

 

É um grupo coral masculino independente, sob a direção artística e musical de Carlos do Valle e direção cênica de Paulo José. Formado por 23 rapazes, o grupo apresenta em seu pocket show o resgate do twist e charme joviais dos anos 1950, expresso em canções do rockabilly norte-americano e da jovem guarda brasileira.

 

Alan Kardec

Dia 30, quinta-feira, às 12h

 

O trio composto pelo multi-instrumentista Alan Kardec (bandolim, violão, viola), o também multi-instrumentista Herlon Robson (sintetizadores, acordeom) e o baterista Sandro Silva, traz um repertório com releituras de clássicos do choro, jazz, baião e da música brasileira, misturados a elementos da música eletrônica e nordestina. O trio também apresentará música autoral. Alan acompanha vários artistas no cenário musical brasileiro, produzindo, tocando em shows, eventos, gravações e arranjos musicais.

 

 

LETRAS & MÚSICAS – “JAZZ EM CENA”

 

A temporada de ações promovidas pelos concertos do “Jazz em Cena” tem como foco apresentações capazes de atrair o público pelo diferencial, qualidade, consistência e oportunidade de conferir, em Fortaleza, apresentações em tributo a nomes históricos do jazz, chance habitualmente presente apenas em outras grandes capitais internacionais ou, ainda de modo apenas eventual, em poucas capitais brasileiras.

 

Jazz em Cena – Tributo a Charlie Parker – com Bob Mesquita

Dia 11, sábado, às 19h

 

O mestre do bebop, Charlie Parker, recebe homenagem especial na edição de novembro do Jazz em Cena, no Centro Cultural Banco do Nordeste. Para prestar tributo àquele que é considerado por muitos o maior saxofonista da história e um dos três maiores gênios de todas as épocas no jazz, o grande saxofonista cearense Bob Mesquita preparou um show especial e inédito, especialmente para o Jazz em Cena. Na companhia de outros grandes mestres da música jazzistica no Ceará, como Thiago Almeida (piano) e André Benedecti (bateria), Bob Mesquita, um dos mais aplaudidos instrumentistas na cena de jazz no Ceará, mostrará ao público temas de várias fases da carreira de “Bird”, o grande mestre que se despediu jovem demais, mas deixou uma obra até hoje influente, estudada e apreciada.

 

Casa Maré - Lançamento do CD “Fervura”

Dia 18, sábado, 19h

 

O clima de carnaval para além de fevereiro. Foi com essa premissa – e uma vontade imensa de celebrar a alegria e a descontração da folia cearense – que a Casa Maré acaba de lançar o EP e o show “Fervura”. E como a própria banda faz questão de ressaltar, o novo trabalho conta com músicas inspiradas nos já tradicionais e animados blocos da cidade, em que tudo, ou quase tudo, pode acontecer. Casa Maré é uma banda cearense lançada oficialmente no início do ano de 2016, que incorpora em suas músicas diversas influências como samba, bossa, frevo, pop, música latina, ska, reggae e world music, definindo-se como um som multicultural.

 

 

AÇÃO HIP HOP

 

O programação Hip Hop trabalha as artes integradas inerentes à cultura Hip Hop. O grafite, o hip hop, a poesia, o rap e a dança break são as principais ações que ocorrem, tanto nas dependências do CCBNB como na AÇÃO HIP HOP O programação Hip Hop trabalha as artes integradas inerentes à cultura Hip Hop. O grafite, o hip hop, a poesia, o rap e a dança break são as principais ações que ocorrem, tanto nas dependências do CCBNB como na Praça do Ferreira, tendo a música como o pilar principal de difusão e fio condutor da proposta de inspirar a juventude.

Através de Shows de rap e dança, Batalhas de MCs, Encontros de Danças urbanas, desenvolvidas e ministradas por artistas populares de Fortaleza, estes jovens oriundos da periferia, narram suas histórias de vida, inspirando pessoas a acreditarem em seus sonhos e buscarem realizá-los, fundamentados no poder do conhecimento adquirido na educação formal e na sua vivência cotidiana usando a arte com ferramenta de impacto social.

 

Dia 04, sábado, a partir das 17h, no CCBNB

FORMATO: Jam Session – ALL STYLE 2VS2 – 32 VAGAS

Uma seção aberta para explorar a mistura de estilos, nesta edição, com ênfase na Battle All Style, Dança VS Dança.

Grupos convidados:

Perfect Style Crew – Show Case

DJ: Tartaruga

Host: Taurus

 

Dia 25, sábado, 14h às 17h, na Praça do Ferreira

Batalha de MCS – MCS 1VS1 – 16 Vagas

Formato: Encontro das Batalhas

No encontro das Batalhas reuniremos todas os representantes locais das batalhas de MCs e movimentos do rap que acontecem em Fortaleza e região metropolitana.

Grupo convidado: Ouro Melhor / Diego Da SUll

DJ: William

Apresentador: Felipe Rima/ Pedro Vilão

Curadoria: Batuque do Coração.