Ambiente de Comunicação

Gerente: Evangelina Leonilda Aragão Matos
(evangelina@bnb.gov.br)

Assessoria de Imprensa

Institucional: imprensa@bnb.gov.br

Endereço: Av. Dr. Silas Munguba, 5.700. Passaré
Fortaleza (CE)
Telefone: 85 3299-3301 / 85 3299-3149

Gerente Executivo: Francisco Maxshwell dos Santos de Oliveira
(max.oliveira@bnb.gov.br)


Voltar

Financiamentos em Alagoas para setor rural crescem 41% no primeiro semestre

Maceió, 27 de julho de 2016 - O setor rural alagoano está mais confiante na retomada econômica do país. Pelo menos é o que revela a análise dos dados de contratação do Banco do Nordeste com o setor no Estado, no primeiro semestre do ano, em comparação ao mesmo período de 2015. Os financiamentos voltados para agricultura, agroindústria e pecuária cresceram 41% e já totalizam, nos seis meses em questão, cerca de R$ 120 milhões, contra R$ 84,5 milhões do ano passado.

 

Para o superintendente estadual do Banco do Nordeste em Alagoas, Antônio César de Santana, "a notícia vem em boa hora e mostra que a agropecuária alagoana vive um momento de desenvolvimento, com investimentos em atividades que procuram diversificar a produção". O superintendente destacou ainda que as contratações voltadas especificamente para agricultura cresceram 91,6% no Estado, segunda maior alta do Banco do Nordeste em toda sua área de atuação (todos os estados do Nordeste, norte de Minas Gerais e do Espírito Santo).

 

Do total contratado para o setor rural alagoano, nesse primeiro semestre, 52% foram destinados à bovinocultura, sendo que os financiamentos voltados especialmente para recria e engorda mais do que dobraram, obtendo incremento de 128%.

 

Atividades

 

"Atuamos em parceria com o Governo do Estado e com outras instituições de desenvolvimento e obtivemos sinalização da Secretaria de Agricultura, Pecuária, Pesca e Aquicultura de Alagoas sobre elaboração de projeto para melhoramento genético da pecuária de corte, igualmente ao já realizado, com sucesso, na bovinocultura de leite", ressalta o superintendente. Ele também destacou a participação do Banco do Nordeste no Programa de Incentivo à Produção de Grãos no Estado, ação que contribui para uma maior independência da economia alagoana da monocultura da cana-de-açúcar.

 

Outras atividades que merecem destaque nas contratações do primeiro semestre são: ovinocultura, com incremento nos valores contratados e no número de operações de crédito de, respectivamente 62,5% e 80,5%; fruticultura, com aumento de 14% nos itens em questão, e gramínea, cujos valores financiados corresponderam à cerca de 26% do total.

 

Municípios

 

As regiões que mais contrataram foram as de Arapiraca, Penedo, Palmeira dos Índios, Santana do Ipanema, Olho D' Água das Flores e Batalha. Já em percentuais relativos, a jurisdição da Agência de Maragogi foi uma das que obteve maior crescimento, um aumento de mais de quatro vezes no número de operações e também nos valores contratados, em relação ao primeiro semestre do ano passado: 313 operações de crédito que totalizaram R$ 2 milhões.  

 

Nessa área, que engloba, além de Maragogi, Jacuípe, Japaratinga, Jundiá, Matriz de Camaragibe, Passo de Camaragibe, Porto Calvo, Porto de Pedras e São Miguel dos Milagres, as atividades que mais demandaram apoio creditício do Banco do Nordeste foram bovinocultura, fruticultura e caça e pesca.