Ambiente de Comunicação

Gerente: Evangelina Leonilda Aragão Matos
(evangelina@bnb.gov.br)

Assessoria de Imprensa

Institucional: imprensa@bnb.gov.br

Endereço: Av. Dr. Silas Munguba, 5.700. Passaré
Fortaleza (CE)
Telefone: 85 3299-3301 / 85 3299-3149

Gerente Executivo: Francisco Maxshwell dos Santos de Oliveira
(max.oliveira@bnb.gov.br)


Voltar

Gelateria, fábrica de confecções e jardim escola vencem Prêmio da Micro e Pequena Empresa em Sergipe

Aracaju, 21 de maio de 2019 - O Banco do Nordeste realizou hoje (21) a quinta edição do Prêmio Banco do Nordeste da Micro e Pequena Empresa, em reconhecimento à ação de empreendedores que se destacam em Sergipe, nos setores da indústria, comércio e serviços. O evento foi realizado no auditório da Superintendência Estadual do Banco, em Aracaju.

O propósito da premiação é contribuir para ampliar a cobertura do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) e incentivar as empresas a buscar crescimento e desenvolvimento no campo de desempenho econômico-financeiro, qualidade da gestão e iniciativas de inovação.

"O prêmio reconheceu empresas de destaque no estado de Sergipe, que servem de inspiração para outros empreendedores e também para quem pensa em entrar no setor produtivo. O objetivo principal foi divulgar o que de melhor nossos empreendedores estão fazendo", disse o superintendente estadual do Banco do Nordeste, Antônio César de Santana.

As micro e pequenas empresas selecionadas obedecem a critérios como ter faturamento anual de até R$ 4,8 milhões; pelo menos 12 meses de atividade; crédito do FNE vigente; e sede na área de atuação do Banco do Nordeste, que inclui os nove Estados nordestinos e o norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.

Vencedores

Na categoria "Indústria", a ganhadora foi a empresa Oxintty Confecções, do município de Itabaianinha. Criada há dez anos, a fábrica emprega 92 pessoas e produz peças de moda esportiva, com destaque para roupas de ginástica. Os produtos são destinados à venda direta e revendedores de Sergipe, Bahia, Alagoas e Pernambuco.

"Eu e minha esposa começamos batendo na porta de lojinhas de Aracaju, para vender blusinhas básicas. A gente costurava e também vendia numa área de 6 metros quadrados. Crescemos aos poucos e, em 2012, migramos o foco para a produção de calças legging, tops e uma série de outras peças do segmento fitness. Hoje nossa produção é de 80 mil peças por mês", afirmou o empresário Ednaldo Alves dos Santos.

Na categoria "Comércio", a vencedora foi a gelateria Moderna, da cidade de Aracaju. Desde 2018 no mercado de gelatos [sorvetes no estilo italiano], a empresa oferece mais de 100 sabores num modelo diferente de negócio. A iniciativa foi executada depois de muito estudo e preparação.

"Recordo que estava no mercado de sorvetes há oito anos. Sempre viajava muito e, numa feira em São Paulo, pesquisei sobre equipamentos e cursos. Fiz um plano de quatro anos, até colocar o projeto em prática. Já temos duas lojas e queremos abrir mais oito até 2020, sempre com atenção aos detalhes que levam qualidade à clientela de cerca de 15 mil pessoas por mês", relatou o empresário Ricardo Prata Fontes.

E na categoria "Serviços", o vencedor foi o jardim escola Babyleu, também da capital sergipana. Criada em 2012, a empresa mudou de endereço há nove meses, com objetivo de ampliar o atendimento e fidelizar o público.

"Tenho 28 anos e meio de sala de aula, sempre cuidando de crianças. Mas há sete anos, decidi montar o próprio negócio com minhas filhas. Pra começar, foram 4 alunos. Hoje são quase 80. Para realizar o sonho, vendemos a casa, construímos a estrutura e buscamos crédito no BNB para finalizar o projeto. Ver a alegria no olhar de cada criança é o mais importante", declarou a empresária Edileusa Rocha.

Presenças

Além dos representantes do Banco do Nordeste, participaram do evento o secretário municipal da Indústria, Comércio e Turismo de Aracaju, Marlysson Magalhães; os presidentes da Associação Comercial e Empresarial de Sergipe (Acese), Marco Aurélio Pinheiro; do Sergipe Parque Tecnológico (SergipeTec), Brenno Barreto; da Federação das Câmaras dos Dirigentes Lojistas de Sergipe (FCDL), Edivaldo Cunha; do Instituto de Tecnologia e Pesquisa (ITP), Diego Menezes; e do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB), Ivânia Pereira; os coordenadores da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec), Rosane Barros; e da Faculdade de Administração e Negócios de Sergipe (Fanese), Eduardo Ubirajara; a secretária executiva da Secretaria de Estado da Fazenda (Sefaz), Ana Cristina Dias; e representantes do Sebrae, Lara Andrade; da FCDL, Edmilson Andrade; da Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), Walter Uchôa Dias; da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Sustentabilidade (Sedurbs), Débora Dias; da Federação do Comércio de Bens Serviços e Turismo de Sergipe (Fecomércio), Raimundo dos Santos; da Junta Comercial do Estado de Sergipe (Jucese), Alex Souza; da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), Alexandre Nízio; e do Instituto Euvaldo Lodi, vinculado à Federação das Indústrias do Estado de Sergipe (FIES), Gabriela Loesch Pereira.

"Os três premiados do estado de Sergipe trouxeram casos de sucesso muito comoventes. Um dos premiados, inclusive, comentou que participou do evento de premiação do ano passado e sentiu-se inspirado pela história dos vencedores, e que ansiava em alcançar o mesmo reconhecimento. O evento motiva empresários a acreditarem no mesmo sonho e buscaram apoio do BNB para torná-lo realidade", afirmou o gerente executivo do Ambiente de Negócios com Micro e Pequena Empresa, Maurício de Sousa Filho.