Informações Informações

Produção de tilápias em Mari é destaque na aquicultura paraibana

João Pessoa (PB), 29 de janeiro de 2020 - O sistema de aquicultura implantado no Sítio Tilápias é destaque reconhecido pelo Comitê Gestor Territorial (CGT) do Programa de Desenvolvimento Territorial (Prodeter), do Banco do Nordeste. Em cinco anos, a produção do local evoluiu de 50 kilos do pescado para 25 toneladas, com expectativa de implantação de novos tanques, ainda em 2021. O Sítio funciona nos limites dos municípios de Mari e de Mulungu, e conta com financiamento pelo BNB.

A experiência pode ser adotada, inclusive, por produtores familiares que acessam o microcrédito. "Observamos que com R$ 10 mil a R$ 15 mil é possível financiar dois tanques e ainda custear um ciclo de produção de tilápias. Então é um modelo que se adequa a vários portes de produtores, inclusive aos familiares no âmbito do Agroamigo", destaca o agente de desenvolvimento do BNB, Kennedy Wanderley.

Uma das cadeias econômicas com maior potencial de crescimento na Paraíba é a aquicultura, seja para a produção de camarão ou para produção de peixes em cativeiro. Segundo dados da Pesquisa de Pecuária Municipal, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a Paraíba produziu 2.365 toneladas de tilápias em 2019. Os destaques são para o município de Bananeiras, com 750 toneladas, seguido por Mari, com 310 toneladas. A produção do pescado registra crescimento médio de 14,20% ao ano, com boa aceitação do mercado consumidor.

Atentos à demanda, o produtor familiar Josinaldo Gomes de Morais aceitou o desafio de implantar um sistema de produção de tilápias com Reaproveitamento de Águas (SRA). Ele, a esposa Elza Lima de Morais e o genro Railton Lima da Silva atuam numa área de aproximadamente mil metros quadrados e vazão de 2 mil litros de água por hora.

"Nosso espaço é totalmente favorável à criação da tilápia e escoamos toda a produção. Para isso, fizemos muita pesquisa para elaborar um projeto e nossa expectativa é de construir outros tanques esse ano", ressalta Railton Lima, que trabalha com a atividade no Sítio Tilápias.

Recentemente, membros do Comitê Gestor Territorial (CGT) do Prodeter Aquicultura (BNB) visitaram o Sítio Tilápias com o objetivo de conhecer o modelo e levar a proposta para outras cidades e regiões do Estado. Além do agente de desenvolvimento e do Coordenador do Programa Agroamigo em Guarabira, Joelson Sousa, participaram também da visita o secretário executivo de Aquicultura e Pesca da Paraíba, Juscelino Miguel dos Santos; o presidente da Colônia de Pescadores do Município de Mari e membro do CGT-Aquicultura, Jobson Ferreira; o secretário de Agricultura de Mari, Severino Ramos, além de gestores municipais e empresários interessados em investir na atividade.