Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Banco do Nordeste aplica mais de R$ 1 milhão em microcrédito urbano em 2015 em Sergipe

Aracaju (SE), 24 de maio de 2015 – No primeiro quadrimestre de 2015, o Banco do Nordeste investiu no setor de microcrédito urbano em Sergipe mais de R$ 1,16 milhão. Os financiamentos são do programa Crediamigo, criado em 1998. O programa é considerado o maior de microcrédito produtivo e orientado da América do Sul e mantém, historicamente, taxa de inadimplência inferior a 1%, sendo que 67% de seus clientes são mulheres.

A previsão para 2015 em Sergipe é que o programa atinja 25% do mercado elegível, totalizando cerca de 102 mil clientes ativos, segundo o gerente estadual do Crediamigo, Luiz Alberto Morato. Desde a criação do programa, já foram investidos mais de R$ 1,5 bilhão somente no estado de Sergipe, em mais de 21.500 operações de crédito.  

A meta do Banco do Nordeste para o ano é de aplicar R$ 8,5 bilhões no ano, beneficiando 2,1 milhões de empreendedores em todo os estados nordestinos e norte de Minas Gerais e Espírito Santo. Em 2014, verificou-se crescimento de 23,7% no montante aplicado, frente ao ano anterior, totalizando R$ 7,1 bilhões contratados em 3,8 milhões de operações em todo o Nordeste. Em Sergipe, o Crediamigo aplicou, nesse período, cerca de R$ 317 milhões, por meio de mais de 164 mil operações

“O que observamos de bastante salutar no microcrédito urbano do Banco do Nordeste é que após cada experiência positiva com o crédito, o cliente terá a possibilidade de obter empréstimos subseqüentes cada vez maiores. Claro que isso é limitado à sua capacidade de pagamento e de acordo com sua análise de risco, na perspectiva de que ele alcance um patamar para participar de programas maiores, integrando o mercado formal de crédito e fazendo a inclusão bancária, fundamental no processo de desenvolvimento econômico do estado de Sergipe”, defende o superintendente estadual do Banco do Nordeste em Sergipe, Saumíneo Nascimento.

A carteira de recursos do programa contou recentemente com aporte de R$ 100 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), reforçando a parceria entre as duas instituições no fortalecimento do microcrédito na área de atuação do Banco do Nordeste. Além do BNDES, a carteira de investimentos do Crediamigo recebe aportes financeiros do Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), Banco Mundial e Depósitos Interfinanceiros de Microcrédito (DIM), afora recursos próprios do BNB.

A qualidade do crédito é reflexo da metodologia do programa que fornece a todos os clientes acompanhamento personalizado por meio do assessor de microcrédito. Como reforço dessa estratégia, o Crediamigo distribuiu, em 2014, 500 mil cartilhas com orientações financeiras para seus clientes. Atualmente, o programa realiza 15,5 mil operações de crédito por dia, contando com uma carteira de 1,9 milhão de clientes ativos. Os empréstimos têm valor médio de R$ 1,8 mil e taxas de juros que variam entre 0,99% e 1,20% ao mês. 

O programa hoje é referência no setor de microcrédito na América do Sul. Em novembro de 2014, o Crediamigo foi reconhecido internacionalmente com o Prêmio BID/Fomin de Inclusão Financeira, concedido pelo Fundo Multilateral de Investimentos, membro do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x