Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Banco do Nordeste aplica R$ 26,4 bilhões na economia

Em 2017, foram contratadas mais de 4,8 milhões de operações na Região

Fortaleza, 5 de janeiro de 2018 - O Banco do Nordeste aplicou R$ 26,4 bilhões na economia dos Estados nordestinos e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo em 2017. Durante o ano, foram contratadas mais de 4,8 milhões de operações. Somente com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), operado exclusivamente pela instituição, o BNB aplicou R$ 16 bilhões, distribuídos em 582 mil contratos.

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Rolim comemora os números e prevê 2018 com resultados ainda melhores, especialmente nas aplicações de recursos do FNE. "Toda a equipe do Banco está empenhada na aplicação de 100% dos recursos do Fundo Constitucional, de forma ágil e desburocratizada. Nosso objetivo é contribuir diretamente para o desenvolvimento da Região, principalmente na geração de emprego e renda para o povo nordestino", afirma.

A maior parte dos créditos foi investida em financiamentos a obras estruturais: R$ 3,65 bilhões, especialmente a parques de energias renováveis, como eólica e solar. Em seguida, as operações com o segmento de comércio, que somam R$ 3,54 bilhões. A pecuária recebeu R$ 3,28 bilhões, em 440 mil operações, a maior quantidade entre os setores, com destaque para bovinocultura.

O segmento agrícola e as indústrias contrataram valores próximos: R$ 2,87 bilhões e R$ 2,83 bilhões, respectivamente. O setor de serviços financiou R$ 1,94 bilhão e as agroindústrias somaram R$ 232 milhões em investimentos.

Microcrédito

Crediamigo

Em 2017, o programa de microcrédito urbano do Banco do Nordeste, o Crediamigo, aplicou R$ 8,05 bilhões. Foram contratadas mais de 4 milhões de operações. O programa também superou a marca de 2 milhões de clientes ativos.

Regularização de dívidas

A Lei 13.340/2016 permitiu descontos de até 95% para dívidas rurais em atraso. Os produtores da Região nessa situação recorreram à rede de agências do BNB e o resultado é a regularização de 217 mil operações. Foram renegociados R$ 7,1 bilhões com agricultores familiares do Nordeste e norte de Minas Gerais e do Espírito Santo.


Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x