Pular para o conteúdo

Sala de Imprensa

 
 

Micro e pequenos são beneficiados por acordo firmado entre BNB e Secretaria da MPE

Fortaleza, 17 de janeiro de 2017 – Acordo de cooperação assinado na manhã de hoje, 16, entre o Banco do Nordeste e a Secretária Especial da Micro e Pequena Empresa (Sempe) promoverá o acesso a crédito e a disseminação de conhecimentos sobre mercado e produtos financeiros para micro e pequenas empresas e microempreendedores individuais do Nordeste, norte de Minas Gerais e norte do Espírito Santo - área de atuação do Banco.

Os termos do documento, assinado na sede da empresa em Fortaleza, prevêem a facilitação do acesso às linhas de crédito do Banco do Nordeste, voltadas a esse segmento, por meio do intercâmbio de base de dados sobre MPE e MEI; a disseminação de conhecimentos sobre mercado financeiro; a simplificação das exigências documentais para criação e fechamento de micro e pequenas empresas e concessão de crédito; e a promoção da capacitação dos empreendedores.

“O convênio favorecerá desde questões bem práticas, como o compartilhamento de bases de dados que permitirão que a Secretaria e o Banco façam estudos e estratégias acertadas para abordar mais adequadamente cada microempresário, até iniciativas como a promoção de grupos de estudos pra pensar a micro empresa do amanhã”, afirmou José Ricardo Veiga.

Para o presidente do BNB, Marcos Holanda, a missão do Banco do Nordeste, como  banco de desenvolvimento, aponta para a priorização dos negócios com a micro e pequenas empresa por sua capacidade de gerar valor para a economia. “Queremos ser líderes de negócios com esse segmento, ofertando condições de financiamento diferenciadas para as MPEs do Nordeste, com emprego dos recursos do FNE”, disse o presidente, por ocasião da assinatura do acordo, diante de uma audiência de gerentes de negócios com MPEs que participavam de oficina no Hub Inovação Nordeste (Hubine). 

Em 2016, o Banco do Nordeste atendeu 21 mil e pequenas empresas. Foram contratadas R$ 2,51 bilhões, em 61 mil operações de linhas de crédito de longo e curto prazo. Desses, R$ 2,09 bilhões foram oriundos do FNE.

Desculpe nossa interferência, mas seu navegador não suporta a tecnologia utilizada neste portal.

Procure atualizar o seu navegador para a última versão disponível ou utilize uma das sugestões gratuitas e modernas listadas abaixo:

Chrome 18 ou +Firefox 19 ou +IE9 ou +
x